sombra


União Ambiental


A União Ambiental, uma das principais fabricantes de embalagens do norte do estado, localizada em Horizontina, passa a abrigar, desde Fevereiro de 2011, o 1º Centro de Tratamento Térmico da Região Noroeste do Rio Grande do Sul. A implementação da estrutura completa (com tecnologia de ponta e ambientalmente correta), só foi possível por meio de uma parceria firmada entre a empresa e a Fitolog, líder em soluções diferenciadas para o Tratamento Fitossanitário de embalagens de madeira (de acordo com a NIMF 15 / ISPM 15).

Com capacidade para tratar mais de 16.000 m³ de embalagens mensalmente, a estufa instalada na União Ambiental conta com diversas vantagens econômicas, operacionais e ambientais. Fabricada com os equipamentos e materiais mais modernos e eficientes do mercado, a estrutura é inteiramente revestida de TEC 200, o mesmo tecido térmico utilizado nas Câmaras Portáteis da Fitolog, o que a torna extremamente leve e eficiente ao mesmo tempo. Segundo o Supervisor Operacional da Fitolog, o equipamento é tão leve, que pode ser deslocado de um lugar para o outro em um pavilhão por apenas uma pessoa, simplesmente empurrando-o manualmente.

A Estufa TEC 200 Fitolog, instalada em Horizontina, é dotada de um sistema de retorno de ar quente (que gera economia de combustível e melhor rendimento), ampla porta lateral, altura estendida de 3,0 metros (para facilitar a estufagem, permitindo a entrada de empilhadeiras de torre alta) e logotipia da Fitolog e da União Ambiental.

Apesar de toda a tecnologia empregada na produção da estufa da Fitolog, o Centro de Tratamento Térmico da Região Noroeste do RS permitirá aos clientes da União Ambiental uma grande economia nos custos de seus processos fitossanitários. O diretor da empresa, Fábio Matheis, declarou que: “A economia para os clientes poderá chegar a até 70% do que era gasto anteriormente com a fumigação, e tudo isso através de um processo limpo, mais rápido e mais simples”.

O Diretor Comercial da Fitolog, Thiago Eichenberg, esteve em Horizontina para acompanhar a instalação do equipamento e declarou: “Esta parceria com a União Ambiental será muito importante para os exportadores do norte do Rio Grande do Sul, pois serve de plataforma para a popularização o Tratamento Térmico, ambientalmente correto, na região, que dispunha de poucas alternativas para a substituição do agrotóxico Brometo de Metila.”